História topo
Clássico de Milão é primeira prova de fogo para a Inter de Conte

O Inter de Milão de Antonio Conte, líder isolado do campeonato italiano, terá a sua primeira prova de fogo no clássico contra o AC Milan (7º), neste sábado na 4ª ronda da competição, logo após a decepcionante estreia na Champions, com um empate (1-1) frente ao modesto Slavia Praga.

Com três jogos e três vitórias, sete golos marcados e apenas um sofrido, o Inter teve um início espetacular no campeonato italiano, abrindo dois pontos de vantagem sobre a Juventus e três em relação a Nápoles e AC Milan, os principais concorrentes pelo título nacional.

A fragilidade dos seus adversários até agora, Lecce (18º), Cagliari (13º) e Udinese (17º), aliada ao tropeção na estreia na Champions obriga, porém, a equipa a entrar com cautela no clássico de Milão.

o Inter poderá agora testar o seu real potencial numa sequência em que enfrentará o arquirrival AC Milan, além de Lázio, Barcelona e Juventus nas próximas semanas.

O AC Milan, comandado por Marco Giampaolo, ainda não brilhou na Serie A, com duas vitórias pela margem mínima. Mas, como não disputa competições europeias nesta temporada, teve uma semana livre para se preparar para o 'Derby de la Madonnina'.

Também no sábado, a Juventus, terceira com sete pontos, poderá colocar pressão no Inter em caso de vitória sobre o Hellas Verona (11º).

A AS Roma, oitava com cinco pontos, viaja para medir forças com o surpreendente Bolonha, vice-líder com sete pontos.

Reflexões sobre Empresas Familiares
O grande desafio dos grupos familiares e das famílias empresárias é assegurar a sua continuidade ao longo dos anos.
 
Sendo foco principal dos líderes executivos assegurar a sobrevivência e a competitividade do negócio, quando se pensa a longo prazo, para além da questão da estratégia empresarial, tem de se enfrentar de igual forma o desafio de planear a perenidade da passagem e controlo da propriedade em mãos da família. 
O estudo “Global family business survey 2019”, desenvolvido pela Deloitte, em 2019, questionou os participantes relativamente à preparação da empresa para enfrentar quatro desafios nos próximos 10 a 20 anos. Se, em termos genéricos, existem uma grande confiança na sua adequabilidade, pode-se salientar:
  • Estratégia – só 14% consideram não estar preparadas;
  • Propriedade e Governo – possuem uma adequabilidade idêntica à da estratégia (somente 16% e 17%, respetivamente, consideram não estar devidamente preparadas); 
  • Sucessão – somente 41% refere mestar devidamente preparadas, em detrimento de 24% que referem o oposto.   
Preparar o futuro é um dever de todos aqueles que desejam honrar os seus antepassados, assegurar a perenidade da empresa e passar um legado para as gerações futuras; ou seja, o dever de todas as famílias empresárias.
 
Neste mês de agosto, Alexandre Soares dos Santos, o principal obreiro do grupo Jerónimo Martins faleceu.
Tendo abandonado os estudos de Direito na Universidade de Coimbra, foi para o Brasil, tendo assumido o cargo de Diretor de Marketing da Unilever Brasil. Uma visita do pai, uma longa conversa e a morte súbita deste ditam o regresso, em 1968, de Soares dos Santos a Portugal para assumir a administração da empresa, com a função de Administrador Delegado. 
Em 50 anos muito aconteceu na vida deste empresário, no grupo e na família empresária:
  • Soube preparar a sua sucessão e abandonar o cargo de CEO e de chairmain, passando o testemunho ao filho Pedro Soares dos Santos, não sem antes ter tido um CEO externo (Luís Palha da Silva);
  • Internacionalizou o grupo, iniciando com o Brasil (um fracasso que poderia ter colocado em risco a sua sobrevivência) e depois retomando com a Polónia e Colômbia;
  • Abriu o capital em bolsa, conseguindo manter o controlo no âmbito da família;
  • Idealizou e lançou duas fundações que são uma referência nacional: 
  1. a Fundação Francisco Manuel dos Santos (em 2009) que se dedica a estudar os grandes temas nacionais e a materializar os dados na base de dados Pordata (grátis) e a coleção e livros Ensaio (a preços reduzidos);
  2. a Fundação Mar Azul (em 2017), focada nos assuntos do oceano e com o objetivo de auxiliar o país a mobilizar a sociedade em torno da questão dos oceanos (liderada pelo filho José).
Este retrato ilustra de forma muito clara que esta família empresária e o seu líder souberam com o devido tempo planear, preparar e implementar uma estratégia do grupo empresarial e a continuidade do legado a nível da sucessão na propriedade e na liderança dos negócios e da família empresária.

Temas para reflexão:
  • Quem serão os próximos proprietários da empresa?
  • Que modelo de liderança terá a empresa e quem serão as pessoas que a assumirão?
  • A família está organizada e preparada para assegurar a sua continuidade enquanto família empresária? 

António Nogueira da Costa
Especialista em Empresas Familiares
antonio.costa@efconsulting.pt
pt.linkedin.com/in/antonionogueiradacosta/
http://www.facebook.com/ajncosta
@empresasfamiliaresdesucesso
 

Especialistas na consultoria a Empresas Familiares
e elaboração de Protocolos Familiares
http://www.efconsulting.pt
 
 
 


Colunista: 
António Nogueira da Costa
Fiscalidade
Foi hoje publicada a Lei nº 119/2019,que altera diversos códigos fiscais, designadamente os Códigos do IRS, IRC, IVA, IMI, IMT, Selo, IUC, IECs, RGIT, e Código de Procedimento e de Processo Tributário.
A maioria das alterações entram em vigor a 1 de outubro próximo
Incentivos
As empresas familiares vão poder beneficiar da Linha Sucessão Empresarial e Incremento de Escala que irá disponibilizar 100 milhões de euros, com juros bonificados. O objetivo é financiar processos de sucessão e de aquisição.
Arrendamento
O programa Porta 65 Jovem iniciou hoje dia 16 de setembro pelas 10.00 horas e terá o seu término a 4 de outubro.
 A candidatura deve ser realizada através do Portal da Habitação
Existem novos online serviços relacionados com a justiça que poderão ser consultados em tribunais.org.pt.
Os são:
  •  Alteração da forma de apresentação e assinatura das peças processuais apresentadas pelos mandatários através do sistema de informação de suporte à atividade dos tribunais judiciais (Citius);
  •  Possibilidade de apresentação, pelos mandatários e nos processos de ambas as jurisdições, de documentos eletrónicos em formato multimédia (vídeo, áudio e fotografia);
  •  Prática de atos processuais por via eletrónica pelos mandatários perante os administradores judiciais e vice-versa, no âmbito dos processos regulados pelo Código da Insolvência e da Recuperação de Empresas;
  •  Possibilidade de consulta, pelos mandatários, por via eletrónica, de processos nos quais não exerçam o mandato judicial;
  •  Possibilidade de consulta de processos judiciais pelo cidadão e de apresentação de requerimentos de emissão de certidão judicial eletrónica e consulta do estado desses pedidos, em computadores existentes nos tribunais, através de código emitido pelas secretarias judiciais, dispensando os mecanismos de autenticação associados ao Cartão do Cidadão;
  •  Possibilidade de consulta eletrónica, pelos cidadãos, de processos judiciais nos quais, não sendo parte, têm interesse atendível reconhecido pelo tribunal;
  •  Transmissão ao requerente de certidão judicial eletrónica do respetivo código único de acesso no momento da apresentação do requerimento, que permite acompanhar a evolução do estado do pedido, bem como aceder à certidão uma vez emitida.
 A disponibilização que ocorre hoje resulta da determinação da Portaria 93/2019, de 28.3.
Novo portal do Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça
 
Já está também disponível o novo portal do Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça, para consultar e pesquisar a informação estatística da área da Justiça, incluindo a referente aos tribunais, aos meios de resolução alternativa de litígios, às prisões e à reinserção social, aos registos e notariado e à criminalidade registada pelas autoridades policiais.
 
O Sistema de Informação das Estatísticas da Justiça que, desde 2009, disponibiliza online a informação estatística oficial da área da Justiça, com este projeto passa a beneficiar de novas funcionalidades e significativas vantagens: apresentação gráfica e mais amigável da informação; ferramenta de pesquisa de dados; disponibilização integral, pela primeira vez, de informação em língua inglesa; atualização mais célere dos dados; e modernização, alinhamento tecnológico e otimização dos recursos.
Segurança Social
Em Conselho de Ministros de 12.9, foi aprovado o decreto-lei que altera o prazo de garantia para acesso ao subsídio social de desemprego.
Assim, em cumprimento do acordo alcançado com os parceiros sociais no âmbito de um conjunto de medidas para proteção dos trabalhadores,será reduzido de 180 para 120 dias o prazo de garantia para acesso ao subsídio social de desemprego.
Iinicial para os trabalhadores cujo contrato de trabalho tenha cessado por caducidade do mesmo, sem que tenha havido renovação, ou tenha sido denunciado por iniciativa da entidade empregadora durante o período experimental.
A Saphety lançou uma atualização a nível mundial da sua plataforma SaphetySync, que permite a gestão e sincronização de dados e conteúdos multimédia entre parceiros comerciais. A plataforma vai beneficiar 10 mil empresas em oito países, facilitando a partilha de informação nas operações de retalho